Motor do Toyota GR Yaris passa a funcionar a hidrogénio

Motor do GR Yaris passa a funcionar a hidrogénio

1.6 de três cilindros turbo será utilizado num Corolla que vai correr num campeonato de resistência. A ideia é utilizar mais tarde esta tecnologia num modelo de estrada.

A Toyota está a desenvolver um motor de combustão interna para competição que funciona com base em hidrogénio comprimido. Ao contrário do que sucede no Mirai, que utiliza uma pilha de combustível para produzir eletricidade que por sua vez alimenta o motor elétrico, o novo motor de corridas é um motor tradicional (sem qualquer tipo de eletrificação) com sistema de injeção e circulação de combustível modificado que funciona a hidrogénio em vez de gasolina. O novo motor será utilizado num Corolla de competição da Orc Rookie Racing que correrá no campeonato de resistência Super Taikyu, que arrancará a 21 de maio no Japão. O motor em questão é feito com base no 1.6 de três cilindros turbo do GR Yaris.

Segundo a marca nipónica, a combustão do hidrogénio é mais rápida do que a gasolina, o que permite melhorar a capacidade de resposta. Além disso, os motores a hidrogénio não emitem nenhum CO2, embora não estejam isentos de NOx (ao contrário do que sucede com um Fuel Cell como o Mirai).

A Toyota diz que esta será uma experiência visando a introdução de um motor a hidrogénio num modelo de estrada.

Deixe uma resposta

*