Radford traz de volta Lotus Type 62

Radford Type 62-2

Carroçador liderado por Jenson Button e Ant Anstead construiu modelo especial com motor V6 de colocação central e raízes na competição.

A Radford apresentou o Type 62-2, um coupé de dois lugares inspirado no Lotus Type 62 de competição. O novo Type 62-2 é obra do renascido carroçador britânico Radford, cuja fundação data de 1948 (o mesmo ano da Lotus – que também apoiou esta projeto), agora sediado na Califórnia, EUA. À frente da Radford estão o antigo campeão do mundo F1, Jenson Button, o designer Mark Stubbs, o apresentador Ant Anstead e o empresário Roger Behle.

Este Type 62-2 mantem-se fiel ao modelo da década de 1960, tendo apenas 1133 mm de altura, arcos das rodas largos e entradas de ar laterais. É possível escolher um spoiler traseiro “ducktail” nalguns modelos e o interior mantem apenas os comandos essenciais. No lançamento, este modelo estará disponível em três especificações: Classic, Gold Leaf e JPS (John Player Special). Todos partilharão o motor V6 3.5 supercharged de origem Toyota (utilizado pela Lotus no Emira), de colocação central. O Classic Type 62-2 debita 436 cv, é o único com caixa manual de seis velocidades e diferencial autoblocante eletrónico – possuindo uma relação peso/potência de 1:1. Já o Gold Leaf acrescenta novos pistões, bielas, árvore de cames e uma reprogramação que lhe permitem ascender aos 507 cv, funcionando com uma caixa de dupla embraiagem de sete relações e um diferencial antideslizamento traseiro. O mesmo se passa com o JPS que recebe 608 cv graças à inclusão de um compressor Harrop TVS1900. Nenhuma destas versões possui direção assistida. As prestações ainda não foram reveladas.

O Gold Leaf recebe ainda uma decoração e asas traseiras inspiradas no original Type 62 com a Lotus a operar algumas alterações que contribuíram para que este modelo possa gerar mais “downforce”. Possui também um diferencial antideslizamento na opção de caixa de dupla embraiagem, além de um ABS e controlo de tração mais avançados. O Classic vem equipado com jantes de 17 polegadas à frente e de 18 polegadas atrás, sendo que o Gold Leaf evolui para 18 e 19 polegadas, respetivamente. Os travões são AP Racing de série, com o JPS a utilizar discos em cerâmica. Com menos de 1 tonelada, o Type 62-2 possui um chassis em alumínio, painéis da carroçaria em material compósito, suspensão de tipo “coil-over” com quatro níveis de ajuste e, em opção, uma frente com ajuste hidráulico. Apesar das suas raízes na competição, o Type 62-2 pode ser utilizado no dia-a-dia, contando com tecnologia moderna, nomeadamente câmaras em vez de espelhos retrovisores, instrumentação digital personalizável de 6 polegadas, conectividade Wi-Fi, iluminação LED, Bluetooth e sistema de som com cinco altifalantes. A versão JPS

Os preços ainda não foram revelados, mas a produção que será limitada a 62 unidades deverá arrancar no final deste ano. As primeiras entregas estão previstas para o início de 2022. Os clientes podem acompanhar o processo de desenvolvimento do carro.

Deixe uma resposta

*