Ferrari Roma sobe aos 704 cv pelas mãos da Novitec

Novitec Ferrari Roma

Tratamento estético do grand tourer italiano é discreto, mas as mudanças operadas prometem melhorar o comportamento dinâmico.

A Novitec prima por não exagerar muito nas suas preparações. E o resultado da receita aplicada ao novo Ferrari Roma não é exceção. O grand tourer italiano recebeu um conjunto de componentes aprimorados em túnel de vento que não só tornam a estética mais apelativa como beneficiam a aerodinâmica. As principais inovações dizem respeito a um novo lábio dianteiro, vários elementos decorativos posicionados debaixo dos faróis, grelha e capas dos espelhos em fibra de carbono, spoiler na tampa na mala, inserções no difusor cobertura para a asa retrátil e farolins traseiros redecorados.

As jantes foram desenvolvidas em colaboração com a Vossen e possuem porca de aperto central, estando disponíveis em três desenhos diferentes e em 72 tonalidades. Com o desenho de cinco raios duplos possuem 9×21 à frente e 12×22 atrás. Estas “calçam” pneus “slick” de medida 255/30 na dianteira e 315/25 na traseira. A utilização de novas molas permite reduzir a altura ao solo em 35 mm, sendo possível levantar a frente em 40 mm graças a um simples toque num botão.

No que diz respeito ao motor, a Novitec otimizou o V8 3.9 biturbo que graças a modificações na ECU, a um novo escape, ao módulo N-Tronic e a outros pequenos ajustes subiu de 620 cv e 760 Nm de fábrica para 704 cv às 7400 rpm e 882 Nm às 3750 rpm. A aceleração de 0 a 100 km/h é agora cumprida em 3,2 segundos (0,2 seg. mais rápido do que antes), os 0-200 km/h em 8,9 segundos (menos 0,4 seg.) e a velocidade máxima é de 325 km/h (mais 5 km/h).

Deixe uma resposta

*