Motor V6 do Aston Martin Valhalla já se faz ouvir

Motor V6 híbrido da Aston Martin View Gallery 10 photos

Supercarro chegará em 2022 com um sistema híbrido com base num novo bloco V6 3.0 biturbo.

A Aston Martin revelou mais detalhes acerca do sistema propulsor que equipará o seu próximo supercarro, o Valhalla, previsto para 2022. O motor em questão recebeu o nome de código TM01 em homenagem a Tadek Marek um histórico engenheiro que trabalhou na marca britânica na década de 1950 e 1960 e que assinou o último motor – um V8 – desenvolvido internamente pela Aston Martin em 1968. Em causa está um sistema híbrido feito com base num novo bloco V6 3.0 biturbo. O construtor ainda não confirmou as especificações do novo motor, embora vá dizendo que será o Valhalla será o modelo mais potente da gama – especulando-se que ronde os 1000 cv de potência.

Apesar de faltar saber o dado mais importante acerca deste sistema propulsor, há, no entanto, outros dados sumarentos a ter em conta. O motor de cárter seco conta com uma disposição em V com os turbos colocados entre os bancos dos cilindros. O fabricante também não adiantou informações acerca do funcionamento do sistema híbrido, apenas que o motor térmico de colocação central pesa menos de 200 kg. A sonoridade é uma das prioridades do novo motor e num vídeo agora público já é possível ouvi-lo em todo o seu esplendor nos primeiros testes em laboratório.

A Aston Martin prevê construir 500 unidades do Valhalla, que terá um preço a rondar os 820 mil euros. Tal como sucedeu com o Valkyrie (o novo topo de gama da marca britânica), o Valhalla está a ser desenvolvido em conjunto com a Red Bull Advanced Technologies e o design foi feito em colaboração com Adrian Newey, o famoso engenheiro de F1. A carroçaria inclui uma asa traseira FlexFoi capaz de alterar o volume de “downforce” sem alterar o ângulo de ataque, em criar arrasto, turbulência ou barulho do vento.

O CEO da Aston Martin diz que este novo sistema propulsor V6 híbrido substituirá o V8 4.0 de origem AMG atualmente utilizado no Vantage, DB11 e DBX. Isto significa que o novo V6 figurará na gama dos outros modelos da marca de Gaydon, incluindo no regresso do Vanquish. Especula-se ainda que a Aston Martin está a desenvolver uma caixa manual para funcionar em conjunto com este sistema híbrido.

Deixe uma resposta

*