Último Bugatti Veyron Super Sport está à venda

Bugatti Veyron Super Sport

Em 2010, o supercarro bateu o recorde de velocidade máxima para modelos de produção: 431,072 km/h.

O Bugatti Veyron é um supercarro raro e muito desejado. Mais ainda é a versão Veyron Super Sport, que teve uma produção limitada a 48 unidades. Agora, o concessionário especialista em modelos exóticos Tom Hartley Jnr, no Reino Unido, tem à venda precisamente o derradeiro exemplar a ser produzido – algo que o torna ainda mais especial. Como seria de esperar esta unidade de 2015 tem pouco uso, tendo percorrido 2005 km. Além disso, ainda tem a garantia prolongada pela própria marca até janeiro de 2022. O derradeiro Super Sport foi à pela última vez à oficina em fevereiro deste ano, tendo recebido pneus novos, entre outras coisas. Este exemplar pintado em preto mate tem um interior revestido em couro Carmine Red. Esta tonalidade é replicada nas pinças de travão, sendo que em certas zonas existem inserções em fibra de carbono. Nos encostos de cabeça e nas soleiras das portas surge a inscrição que comprova que é o último Super Sport. O preço está disponível sob consulta. Recorde-se que o preço base na altura era de 1,65 milhões de euros, sendo que a versão fibra de carbono era 200 mil euros mais cara.

Esta não é, no entanto, a primeira vez que o Super Sport #48 está a venda. O mesmo já tinha sido leiloado pela Bonhams no Goodwood Festival of Speed de 2018.

O hipercarro conta com um motor de 16 cilindros com 1200 cv e 1500 Nm, anunciando 0-100 km/h em 2,5 segundos e uma velocidade máxima de 415 km/h. Aliás, por falar nisso, o Super Sport foi detentor do recorde do Guinness do modelo de produção a atingir a velocidade mais elevada: 431,072 km/h. O Super Sport diferencia-se do Veyron convencional pelo tratamento aerodinâmico específico, estrutura reforçada na monocoque em fibra de carbono e entradas de ar NACA, entre outros.

Deixe uma resposta

*