Ferrari Testa Rossa J é um brinquedo elétrico à escala

Ferrari 250 Testa Rossa J

Réplica do modelo de competição da década de 1950 é capaz de superar os 60 km/h.

A Little Car Company já nos habituou a réplicas à escala do Bugatti Type 35, do Aston Martin DB5 de James Bond e até do Buggy telecomandado Wild One. Agora, a o eleito foi uma réplica à escala 75% do 250 Testa Rossa, um carro de corridas da década de 1950 que venceu as 24 Horas de Le Mans – considerado um dos carros mais caros do mundo (avaliado atualmente em cerca de 10 milhões de euros), do qual foram produzidas apenas 33 unidades. Rebatizado Testa Rossa J (de “Júnior”) este brinquedo elétrico criado em Maranello em parceria com os especialistas da Little Car Company, mantem o design “Scaglietti”, tendo sido feito a partir dos desenhos originais. Os painéis da carroçaria em alumínio, feitos através de um processo artesanal, foram reforçados e existe opção de encaixar um arco de segurança ao chassis.

Esta recriação tem 3,10 metros de comprimento, 1,10 m de altura e 70 cm de largura. As principais diferenças são sobretudo técnicas, uma vez que em detrimento do motor V12 3.0 do modelo original surge um motor elétrico – que deverá ter os mesmos 2,8 kW de potência do Bugatti mostrado no ano passado. Este motor é alimentado por três baterias (posicionadas na dianteira) que providenciam um alcance máximo até 90 km – algo de extraordinário para um modelo que não está habilitado a circular em estradas públicas. Neste modelo testado em Fiorano, tal como todos os outros Ferrari, tem à disposição quatro modos de condução: “Novice” que não vai além dos 20 km/h; “Comfort” que tem uma velocidade máxima de 45 km/h; “Sport” e “Race” que permite superar os 60 km/h. Este “mini carro de corrida” vem equipado com jantes de 12 polegadas (que imitam as Borrani de origem), travões de disco nas quatro rodas da Brembo, pneus Pirelli, suspensão tipo “coil-over” da Bilstein (com uma geometria similar à do modelo original), um sistema de travagem regenerativa e travão de mão hidráulico. No interior encontram-se pedais “emprestados” do Ferrari F8 Tributo, revestimentos em couro e volante escamoteável da Nardi (a mesma empresa que forneceu o volante do modelo original), além de bancos e da instrumentação imitarem o formato dos do carro homenageado.

Este carro pode ser conduzido a partir dos 14 anos, sendo possível escolher entre 53 cores para a carroçaria (14 delas combinações históricas – incluindo o Rosso Scuderia que foi fotografado). O preço começa os 93 mil euros, antes de impostos. A produção deste Ferrari Testa Rossa J será limitada a 299 cópias.

Deixe uma resposta

*