Bugatti de Le Mans “apanhado” em Paul Ricard

Novo Bugatti ainda camuflado

Modelo “eletrificado” de pista será mais extremo do que o Chiron Pur Sport e já tem data de estreia.

A Bugatti foi um pouco lacónica no primeiro “teaser” do seu próximo modelo, no final da semana passada. Um novo “preview” entretanto enviado à comunicação deixou-nos na mesma, pois tinha apenas tinha a frase “E se…?” acompanhada dos números “0,67” – mas já lá vamos! Entretanto, começou a circular um vídeo que mostra o referido hipercarro, ainda camuflado, na pista de Paul Ricard (no sul de França) ajuda a clarificar um pouco mais sobre o que podemos esperar na próxima quarta-feira (dia 28 de outubro), altura em que está prevista a estreia efetiva deste modelo. Em causa estará, ao que tudo indica, um modelo “lightweight” de competição, dotado de uma parafernália de apêndices aerodinâmicos – a entrada de ar gigantesca do tejadilho e uma barbatana não enganam… -, com um “X” gigante na traseira a formar os farolins e na dianteira uma versão mais sóbria da “ferradura” caraterística dos modelos da marca de Molsheim. Apesar de pouco conclusivo, o som do carro aparente ser diferente do Chiron. Recorde-se que muitos construtores estão atualmente empenhados a construir artificialmente o som de muitos dos seus modelos elétricos.

Quanto ao sistema propulsor, deste que será um modelo mais extremo do que o Chiron Pur Sport, é possível estarmos na presença de uma versão “eletrificada”, com tecnologia da Rimac, baseada no conhecido W16 8.0 da Bugatti. Em causa poderá estar o modelo que correrá em 2022 na nova categoria rainha do Campeonato Mundial de Resistência, a LMH, específica para hipercarros (onde já estão confirmados gigantes como a Toyota ou a Peugeot).

Como tal, o valor 0,67 de que lhe falámos anteriormente poderá ser referente ao valor de kW/kg do novo carro – sendo que o uso de kW poderá significar que estamos perante um modelo 100% elétrico. Em causa estará, portanto, um Bugatti elétrico de 0,67 kW/kg. Isto é o mesmo que dizer cerca de 1340 kW (ou cerca de 1800 cv) para cerca de 2 toneladas – valores não muito divergentes do Rimac C_Two.

Deixe uma resposta

*