Aston Martin Valhalla deve ganhar quatro cilindros híbrido AMG

Britânicos vão desistir de utilizar no supercarro um V6 híbrido plug-in de fabrico próprio.

Ao anunciar no final do ano passado que a Aston Martin passará a contar com motores específicos desenvolvidos pela Mercedes-AMG, Tobias Moers, o novo CEO da marca britânica deixava antever que o desenvolvimento do motor V6 3.0 biturbo híbrido para o Valhalla poderia tornar-se redundante. Segundo deu a entender a Aston Martin, este motor superaria os 1160 cv do V12 de origem Cosworth do hipercarro Valkyrie. Agora, durante a apresentação dos resultados financeiros aos investidores o gestor alemão disse à Autocar que o projeto do supercarro de motor central será profundamente modificado de modo a poder incorporar tecnologia Mercedes-Benz – que é hoje detentora de 20% do capital da Aston Martin. Moers não entrou em grandes detalhes, confirmando apenas que o Valhalla chegará na segunda metade de 2023 e que contará com um motor “eletrificado” de origem Mercedes-AMG – no âmbito de uma parceria tecnológica que já dura entre ambos os construtores há alguns anos.

Por uma questão de custos, o mais provável é que a Aston Martin opte por incluir no seu novo supercarro com estrutura em fibra de carbono um motor de quatro cilindros plug-in de origem AMG – um de dois motores “eletrificados” com tecnologia oriunda da Fórmula 1 que estão a ser desenvolvidos. A opção da marca de Gaydon deverá recair no já conhecido 2.0 de quatro cilindros turbo M139 do Mercedes-AMG A45 numa variante híbrida “eletrificada” a superar os 500 cv, que deverá na nova geração do C63. O outro motor em fase de desenvolvimento será o mais potente de sempre da história da Mercedes-AMG, um V8 4.0 biturbo acoplado a um motor elétrico, que debitará mais de 800 cv – a estrear em modelos com a sigla “73” (nomeadamente o AMG GT).

Moers confirmou ainda que a Aston Martin irá “eletrificar” 90% da sua gama até 2030, sendo que o hipercarro híbrido Valkyrie será o primeiro a avançar, já nos próximos meses. Uma variante híbrida plug-in do SUV DBX será lançada entre o final deste ano e o início de 2022. O primeiro Aston Martin 100% elétrico está previsto para 2025.

Deixe uma resposta

*